Nível Superior – Mais um Degrau

A Presidência do Tribunal de Justiça agendou para o próximo dia 31 de julho uma nova reunião para dar segmento ao projeto que tem como objetivo a migração gradual dos Técnicos Judiciários Auxiliares para a tabela de nível superior.

Acreditamos que nesse encontro teremos uma definição sobre a proposta, bem como, uma possível data para a tramitação pelos demais órgãos, tendo em vista que a versão final deverá passar pelo Tribunal Pleno e depois ser encaminhado a ALESC, caso aprovado em todas as etapas.

A proposta que a administração deverá apresentar, possivelmente será através da quebra do limitador, evitando-se com isso possíveis embaraços legais.

Assim que obtivermos novas informações, repassaremos aos nossos associados.

21 comentários em “Nível Superior – Mais um Degrau”

  1. LUCIA HELENA PERON

    Bom dia. Li a página acima e pergunto. Essa graduação para nivel superior é só para quem é portador do diploma em graduação superior ou vai atingir a todos os técnicos independente disso.
    Atenciosamente
    Lucia Helena. Mat. 1570

    1. Laércio Bianchi

      Boa tarde, Lucia!

      O projeto original não fazia distinção entre portadores e não portadores de diploma. No entanto, precisamos aguardar até dia 31 deste mês, quando haverá nova reunião, para ver se a proposta do TJSC vai manter a redação original.

  2. Olá Colegas, tenho uma dúvida. Considerando que hoje um TJA ganha gratificação de até 20% (como no caso dos TJA com Direito) em cima do vencimento, como ficaria no caso de passar para 10A, considerando que um Analista não ganha gratificação em cima do vencimento, tendo em vista a atividade já ser enquadrada como nível superior? Pelos meus cálculos, um TJA no nível 9J com 20% ganharia mais que um ANS no nível de referência 10A. Fiquei em dúvida, pois não sei se na referência 9J os 20% vem “cheio”, se puderem esclarecer, eu agradeço.
    Abraços Luiz Costa

    1. Laércio Bianchi

      Boa tarde Luiz!
      O Cálculo é feito de maneira diferente, pois os 20% são incorporados e a partir daí há uma escala progressiva na gratificação, o que naturalmente ultrapassa a barreira do 10A.
      Depois da reunião do dia 31 deste mês, se o projeto prosseguir, publicaremos uma matéria com os detalhes desse mecanismo.

  3. André Henrique de Almeida

    Levando-se em conta que foi alterada a atribuição dos TJAs para elaborar minutas de despachos, decisões e sentenças, a elevação ao nível superior poderá acarretar na extinção do cargo comissionado de Assessor de Gabinete?

    1. Laércio Bianchi

      Boa tarde, André! Assessor de Gabinete é cargo de absoluta confiança do magistrado, por esse motivo há urgência em querer acertar a questão também do segundo assessor (que parece que foi aprovada agora). Em resumo, não há previsão nenhuma nesse sentido de extinção, pelo contrário, a ideia é valorizar para recompensar a confiança.

    1. Laércio Bianchi

      Boa tarde, Alticimo!

      Sim, desde que sejam aposentados por paridade. O processo abrange inclusive quem já está aposentado.

      Abraço!

  4. Genivaldo Custódio

    Boa tarde!
    Escrevo apenas para parabenizá-los pela nova página e, principalmente, pela forma atenciosa com que respondem à seus associados.

    1. Laércio Bianchi

      Bom dia, João Batista!

      Todos os aposentados com paridade terão direito, tanto os que já estão aposentados, quando aos que vierem a se aposentar no curso do processo de equiparação.

  5. Boa tarde! Vamos aguardar por boas notícias, é isso que esperamos…
    Temos que conseguir isso ainda na gestão do Desembargador Colaço, que aparentemente é simpatizante com a causa, porque se deixar para o próximo…

    1. Laércio Bianchi

      Oi Ana! Nossa meta e fechar esse ano ainda. Estamos cobrando bastante da administração, tendo em vista que houve esse compromisso, inclusive com a divulgação na página do próprio TJSC.

  6. Jucenara da Silva Lima Cardoso

    Faço minhas as palavras do colega Genivaldo e agradeço o empenho e consideração com a classe, principalmente no ato gentil de responder aos diversos questionamentos. Aguardamos notícias boas.

  7. joao batista da costa perei

    GRATIFICAÇÃO NÍVEL SUPERIOR

    O TJA apenas com diploma do segundo
    grau aposentado pela paridade deverá
    ser beneficiado caso seja aprovada

    1. Bom dia! Se mantida a redação atual, certamente sim!
      A paridade mantém o mesmo status de quem está na ativa e se esses passarem para uma posição melhor, quem está na paridade vai junto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *