Solidariedade

A Presidência da ATJ se solidariza com o SINDOJUS, entendendo que a categoria dos Oficiais de Justiça e Oficiais de Justiça e Avaliadores, já divorciados de fato do SINJUSC faz quase uma década, não devem ser compelidos à força ao status quo anterior.

Lembrando que na greve de 2015, essa categoria foi decisiva para a paralisação de mais de 95% das comarcas.

Com essas demandas judiciais contra a entidade (das quais cabem recursos), certamente, se tivéssemos que fazer hoje um novo movimento paredista, perderíamos esse importante apoio.

Em resumo, até 2016 tínhamos uma convivência pacífica e de mutuo apoio; hoje, essas ações só contribuem para mais desunião, com pouca coisa a comemorar.

Daqui a exatos um ano, estaremos novamente com eleições abertas para o SINJUSC, e isso confirmará se as escolhas de hoje foram acertadas ou não.

Veja mais aqui:

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.