O Tempo não para…

Após 24 anos, servidores do TJ que tiveram perdas com URVs irão receber R$ 55 milhões

Na segunda-feira, 18 de março, foi emitida uma decisão no Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE) esperada há nada mais nada menos que 24 anos. A decisão proferida pelo desembargador Luiz Mendonça (foto) põe fim ao processo coletivo das URVs e encaminha os créditos de 507 servidores para os precatórios.

O processo atravessou diversas gestões do TJSE e do Sindijus e, durante esse período, fez crescer a lista de servidores que faleceram lutando por esse direito.

[…] Contudo, ainda falta a atualização completa do valor e estender a mesma decisão aos 92 servidores que estão separados. Com isso, o valor total da quitação dos prejuízos causados aos servidores ainda pode chegar à casa de R$ 83 milhões.

Veja a matéria completa aqui: https://www.nenoticias.com.br/apos-24-anos-servidores-do-tj-que-tiveram-perdas-com-urvs-irao-receber-r-55-milhoes/

Quem sabe administrativamente ainda tenhamos alguma chance…

2 comentários em “O Tempo não para…”

  1. Bom dia!
    E o projeto dos tjas, a quantas anda o trâmite na adm do TJ?
    Lembrando que metade do mandato do atual presidente já se passou e a promessa de elevação, ao que aparenta, ficará novamente apenas no campo da mera elucubração.
    E assim segue o ciclo vicioso de promessas não cumpridas, longos e demorados estudos sem conclusões e nada de concreto, principalmente aos tjas, que continuam a amargar uma das piores remunerações do país.
    Promessas de dias melhores e muitas ilusões, há anos vivenciamos apenas mais do mesmo.
    Estamos todos cansados disto.
    Um abraço e boa sorte para mudar este quadro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *