Atualização Financeira

TJSC programa o pagamento do 13º para o próximo mês de novembro. Já os demais valores de férias e licenças seguem a programação dos meses anteriores com novos ajustes em outubro.

Outros pagamentos dependem de autorização do Conselho, considerando o momento de transição atual, com a finalização dessa gestão em janeiro de 2022.

15 comentários em “Atualização Financeira”

  1. bom dia o momento é agora para ATJ solicitar ao conselho do TJSC o encaminhamento da proposta de Nível Superior para a nossa categoria, que de nível médio não tem mais nada, o legislativo esta encaminhando o novo plano de cargo e salarios da Policia Civel e reajuste geral paras as categorias do executivo, nos só desejamos a ELEVAÇÃO DO NIVEL SUPERIOR, vamos la presidente.

      1. Todas as formas de comparação e diferenças de vencimentos já foram levadas, tanto para a atual presidência, quanto para o candidato à próxima gestão, Des. Blasi, inclusive com gráficos mostrando que o teto do TJA não chega perto nem do piso do Analista, motivo pelo qual precisa de uma correção urgente. As propostas para essa questão estão tramitando no TJSC desde 2010, conforme histórico entregue para a presidência, bem assim para os candidatos que pretendem assumir a partir no início do próximo ano.

    1. THIAGO JOSÉ VOLPATO

      Realmente…. não existe mais qualquer distinção prática entre os cargos de analista e técnico judiciário. a unica diferença que existe ainda é na remuneração. Serviço igual mas com salário diferente.ELEVAÇÃO PARA O NÍVEL SUPERIOR é mais que valorização, é medida de JUSTIÇA.

      1. Todas as formas de comparação e diferenças de vencimentos já foram levadas, tanto para a atual presidência, quanto para o candidato à próxima gestão, Des. Blasi, inclusive com gráficos mostrando que o teto do TJA não chega perto nem do piso do Analista, motivo pelo qual precisa de uma correção urgente. As propostas para essa questão estão tramitando no TJSC desde 2010, conforme histórico entregue para a presidência, bem assim para os candidatos que pretendem assumir a partir no início do próximo ano.

    2. Realmente. A nossa situação salarial está ficando insuportável, incabível que isso aconteça. Não somos valorizados e ainda estamos sendo penalizadas com a perda da VPNI.
      Precisamos que isso chegue aos ouvidos da presidência.

      1. Todas as formas de comparação e diferenças de vencimentos já foram levadas, tanto para a atual presidência, quanto para o candidato à próxima gestão, Des. Blasi, inclusive com gráficos mostrando que o teto do TJA não chega perto nem do piso do Analista, motivo pelo qual precisa de uma correção urgente. As propostas para essa questão estão tramitando no TJSC desde 2010, conforme histórico entregue para a presidência, bem assim para os candidatos que pretendem assumir a partir no início do próximo ano.

    3. A solução depende de mudança na Lei Complementar 90, de 01 de julho de 1993, o que implica em encaminhamento a ALESC, por esse motivo uma revisão geral está sendo feito pelo TJSC com base em documentos que já encaminhamos. Hoje somos 3.352 TJAs na Ativa e mais de 800 inativos, desses, muitos com paridades e outros sem paridade, incluidos os aposentados por invalidez. Além disso, no meio do caminho tem uma miríade de situações que tem que ser consideradas, por isso a complexidade de concluir uma proposta.

  2. Gostaria de deixar meus parabéns pela forma atuante, dedicada e prestativa ao pres. da ass. Laércio. Há tempos que quando penso em estar a par das informações da categoria, busco o site da atjsc. Já o sindicato dos servidores virou um curral eleitoral e ideológico, informações básicas como o pagamento das licenças e férias não se encontram lá. Que nas próximas eleições estejamos atentos nesses detalhes para que não erremos novamente na escolha dos nossos dirigentes.

    1. Muito obrigado, amigo! Nós também não somos favoráveis a misturais ideologias partidárias, pois é necessários respeitar todos os servidores dentro daquilo que cada um pensa. Por falar em sindicato, faz poucos dias, o último servidor que estava liberado na nossa diretoria (2013-2016) se aposentou – Servidor Rinaldo Luiz da Silva. No próximo ano teremos novamente eleições e torcemos fortemente que se elejam pessoas que queiram trabalhar em parceria com as associações, pois facilitaria muito as conquistas para todos.

  3. Andreia Tatiane Sviderski Regensburger

    Boa tarde! Mas Laércio, qual é a percepção da presidência sobre isso? sobre a elevação. Vocês sentem que o TJ tem vontade ou pelo menos considera esta questão? Qual é a opinião de vocês da associação sobre os próximos passos? Grata!

    1. Essa vontade existe desde 2010, mas na época o número de TJAs era muito grande, por isso foi feito o PL5 lá em 2015 que já estava na ALESC e era um primeiro passo. Infelizmente por proposta de um servidor durante a greve o projeto de lei acabou sendo arquivado. Hoje, com o possível enxugamento de algumas comarcas e com os trabalhos remotos e, consequentemente com a necessidade de menos TJAs, já que os trabalhos podem ser distribuídos mais igualitariamente, a situação parece ser bem mais favorável. De qualquer forma o reconhecimento de que essa atividade não é mais de segundo grau, isso já existe. Ainda ontem fizemos contato com o Des. Blasi, que provavelmente será o próximo presidente, encaminhando vários dados no sentido sobre os TJAs, no sentido da equiparação com o nível superior. Acredito que o momento é bom, pois a arrecadação tem sido muito boa nos últimos tempos.

      1. Andreia Tatiane Sviderski Regensburger

        Muito obrigada pelo retorno! Vamos torcer para que a equiparação ou alguma outra forma de avançar na tabela se torne uma realidade! Grata!

Deixe um comentário para Laércio Bianchi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *